22 julho, 2008

O BAIRRO DA QUINTA DA FONTE



A propósito deste POST do MÁRIO, há ainda um problema que ninguém leva em conta.
Nas Barracas, as pessoas dispõem-se entre famílias e amigos. Quem faz uma barraca , fá-lo ao lado de amigos e conhecidos, por isso não haver criminalidade dentro dos bairros de barracas. Essa criminalidade só vem para fora.
Quando se passam as pessoas da horizontalidade para a verticalidade, essas amizades e conhecimentos não são levados em conta, o que faz com que se deixem de ter, por exemplo, familiares a tomar contas das crianças que ficam em casa, enquanto os pais vão trabalhar.
Este é um problema sério, segundo Félix Baleños, Presidente do Agrupamento de Escolas da Apelação. por ficarem essas crianças e mais tarde adolescentes na rua sem terem ninguém que cuide delas, ora isso leva a que haja criminalidade dentro dos próprios bairros em que são integradas.
Gostei de ouvir este Senhor a falar e saber o trabalho que a Escola tem feito no Bairro Quinta da Fonte. EXEMPLAR
Foi também interessante ouvir a sua opinião sobre o que verdadeiramente se passou no dito Bairro, que vai contra tudo o que a comunicação social tem dito sobre o caso.
A convicção com que fiquei, é que o problema não foi tão grave como se quer fazer parecer, salvando o facto de haver armas por tudo quanto é sítio, mas percebi, que tomara todos nós que os problemas que há em todos os bairros de inserção social, sejam tão graves como o da Quinta da Fonte.
Fiquei também com a convicção, que os ciganos não têm razão em não quererem voltar para o Bairro e que este finca pé é só uma exigência de quererem ir para um outro lado em que fiquem em maioria, porque gostam de ser dominantes.

6 comentários:

Carla disse...

Li...gostei...concordo...mas não vou comentar porque acho que iria ser demasiado contundente...e afinal tu já disseste o que havia de mais importante para ser dito
beijos

xistosa - (josé torres) disse...

Não estou minimamente dentro do problema ... desde que vi, que a polícia viu e todos viram, indivíduos aos tiros ... e ninguém viu ... deixei de ver!

a voz disse...

O que a Minucha disse é verdade nua e crua! Lamentavelmente, claro.

Claras o contestatário disse...

Olá Carla

Não sei como deixei passar estes comentários
Já percebi o teu ponto de vista.

Beijinho

Claras o contestatário disse...

Olá Xistosa


mas é preciso saber as razões, e o tiroteio que as TVs passaram, não foi mais do que a etnia cigana a mandar tiros para o ar sem ninguém responder, por lá não estar mais ninguém, a não ser os ciganos.

Beijinho

Claras o contestatário disse...

Olá Mário

Obrigado pelo seu apoio.
As reinserções são feitas de qualquer maneira, sem ninguém se preocupar nas razões de ser dos bairros de barracas.

beijinho