08 setembro, 2008

PERSPECTIVAS DEFRAUDADAS?




Não senhor!
O Drº Marcelo, excelso Professor, acha que não! Como ele acha que não, o PSD também achará, e o País.....para não ficar atrás do Drº Marcelo, para não parecer que é parvo, o País dirá que está de acordo.
PERSPECTIVAS DEFRAUDADAS? qual quê!
Para quem está calado há três meses inteirinhos, o seu discurso foi esclarecedor!!!
Fez uma análise ao estado do país, e à acção do governo
O que vale é que já todos estávamos inteirados do que foi dito, apesar de Drª Manuela Ferreira Leite pensar que estava a descobrir a pólvora.
O que irá fazer diferente?
TUDO!!!!
Pelo menos foi o que ficou subentendido naquilo que não disse, ou seja, NADA!
A Drª é realmente boa na oratória
consegue dar a entender que vaio mudar TUDO, não dizendo NADA!!!
UUaaaaau!!! Como estamos todos contentinhos!

16 comentários:

António disse...

Olá, minha querida!
Queres dar um saltinho ao meu blog
http://eusoulouco2.blogs.sapo.pt?
Obrigado!

Beijinhos

Funes, o memorioso disse...

Ai o Marcelo disse que as expectativas em torno do discurso da Ferreirinha não saíram goradas?
De algum modo tem razão. Ninguém tinha expectativas nenhumas.
É como as análises políticas que faz. Já ninguém espera nada delas.
O Dr. Marcelo é, juntamente com o Herman José, o maior destroço da televisão portuguesa. Inspira dó.

Claras o contestatário disse...

Olá António

Já lá fui

beijinhos

Claras o contestatário disse...

Olá Funes Querido

Mas ontem foi em directo desde Maputo e como, parece, lá tinha ido ensinar qualquer coisa, estava feliz!
Estamos de acordo em relação ao Marcelo e ao Herman José

Beijinho

Luís Maia disse...

Não estamos de acordo, na comparação de Marcelo e Herman.

O Herman é apenas um palhaço, cuja qualidade se pode discutir, não tem nem nunca teve importância nenhuma em Portugal.

tenho a vantagem de não me sentir defraudado, com as palavras da Ferreirinha ou de qualquer outro figurão do PSD, fala barato Marcelo incluído, pela simples razão que não espero nada deles que seja interessante para o maioria do povo português.

Probleminhas de disputa de poder no bloco central é chinês para mim.

Funes, o memorioso disse...

O Herman é apenas um palhaço, cuja qualidade se pode discutir, não tem nem nunca teve importância nenhuma em Portugal.

Meu caro Luía Maia,

Não vejo onde é que a sua frase mude, se substituir Herman por Marcelo.

Luís Maia disse...

Apenas quero dizer que os níveis de responsabilidade são completamente diferentes.

O Herman não tem importância nenhuma é o palhaço pobre não risca nada para o País.

O outro palhaço é o rico e conta na quantidade de logros que pode alimentar.

É palhaço rico poderoso e perigoso.

Acrescento uma nota de rodapé referente á quantidade de falas barato, que são consultados pelas Tvs a propósito de tudo e de nada e são sempre os mesmo.

Moita Flores é o campeão, mais o Vitalino e o Angelo outro sabichão que vai a todas

Claras o contestatário disse...

Com que então puseram-me de lado,não?

Luisinho
Não me sinto minimamente defraudade com o que Manuela FL não disse
Borrifo simplesmente, mas lá que tinha curiosidade, isso tinha.


Funes

Dizem que o discurso foi "esgalhado" por JPP, mas devem ser más línguas
sorriso trocista

Beijinhos aos dois.

Funes, o memorioso disse...

Não creio.
JPP pode ter o seu quê de maoista, mas é inteligente. O dicurso são umas notas repescadas do discurso de Paulo Rangel no 25 de Abril de 2007 com uns bitaites económicos dela própria e do sr. Borges e umas quantas linhas ditadas pelos (digamos assim) políticos do Partido. Aquilo reflecte o vazio que é hoje o PSD.
A senhora - que nunca passou de uma invenção de Cavaco Silva - não vai além da capacidade de escolher a conta do Plano Oficial de Contabilidade em que deve ser lançada determinada despesa.

Claras o contestatário disse...

Que JPP é inteligente, disso não há dúvida.
Mas corre por aí, pela blogosfera, que poderia ter alinhado umas quantas ideias.

Funes, se Ela é só isso, será mais uma vez dramático para o país.
Chateia-me essa ideia.

Beijinho

Luís Maia disse...

JPP

Por acaso é um dos pouco políticos do Bloco Central, por quem sempre tive consideração intelectual.

Alguns dirão, que isso se deve ao facto do seu passado maoísta

(ele que me perdoe não é para ficar ofendido mas não resisto em comparar com os pisteiros que detectam o odor a a cadáver).

Já o Cherne (era doutra equipe ) nunca me enganou.

E Clarinha pasma-te lá um bocadinho incluo nesse grupo a Helena Roseta, é uma pessoa com verticalidade, não serve para capacho.

Claras o contestatário disse...

Luisinho

pasmo mesmo, mas por outras razões:
Helena Roseta que tem passado de partido para partido e que foi Presidente da Câmara de Cascais, ainda no PSD e que só fez asneiradas, para não dizer pior, é para ti um exemplo de verticalidade!
T'ás louco!!Passaste-te!!

beijinho

Luís Maia disse...

A Roseta foi uma Sá Carneirista desde a primeira hora, teve tudo para ser uma estrala no PSD, depois da morte dele.
Bateu com a porta por não concordar com as lideranças que se seguiram.

Muito mais tarde aderiu ao PS, mas nunca trocou a s suas convicções por nenhum cargo, de novo na eleição para a Camara, não aceitou afrontas e pura e simplesmente mostrou a sua determinação e foi em frente sózinha e obteve um bom resultado.

Agora aceitou uma tarefa como ela disse na CML, mas atenção como vereadora não remunerada ao contrário da outra tarefeira que abichou o dinheirinho.

Sim a isto eu chamo verticalidade a mesma que reconheço no JPP com a particularidade de normalmente até nem concordar com eles.


Não se vendem e tem cara para mostrar

Claras o contestatário disse...

Meu querido

Nunca gostei de dizer mal de mulheres.
Por isso, lindinho, não vou dizer muito mais, só recomendar-te para verificares quantos anos se passaram desde que Sá Carneiro morreu até ela sair do partido, aceitando cargos importantes, como o é a Presidência da Câmara de Cascais, onde só fez asneiras e grandes, acrescento mais uma vez.

beijinho

Luís Maia disse...

Lindinha

Eu explico melhor

Não disse que apreciava as ideias expressas ou o trabalho desenvolvido por essas pessoas.

Disse que tenho consideração por aquilo que julgo as pessoas serem e não pela qualidade so seu trabalho política, logo é irrelevante se foi ou não boa presidente da Câmara.

São coisas diferentes, concordarás .

Ela tem as suas convicções (provavelmente não concordarei com nenhuma), mas aprecio a forma como se bate por elas.

Sempre pensei que não medisses as tuas apreciações pessoais por aferição sexista.

Olha se fosse eu a dizer, que falo mal da Ferreirinha por ela ser mulher

Claras o contestatário disse...

Sabes porque não é a mesma coisa?

Porque todos os homens (quase) dizem mal das mulheres
e as mulheres não as poupam, geralmente.
Por isso normalmente me coíbo de dizer mal das mulheres.

Quanto ao trabalho dela como Presidente da Câmara, está de tal forma ligado ao que ela pensa, pensou ou pensará que não se pode distrinçar das suas atitudes e portanto do seu "ser"

beijinho