24 setembro, 2008

ADOPÇÃO POR CASAIS DO MESMO SEXO





Como não quero ferir sensibilidades, nem vou falar do casamento de lésbicas e homossexuais.
Fico a pensar quando ouço dizer que em Portugal, um casal do mesmo sexo não pode adoptar.
Fico a pensar no tempo que em Portugal se demora para fazer uma adopção.
Fico a pensar na quantidade de crianças que ninguém quer adoptar
Fico a pensar, na razão de ninguém querer acelarar os processos de adopção
Fico a pensar nas crianças, montes delas, metidas em instituições, porque quem legisla pensa e bem , que o bem estar da criança deve passar à frente de tudo e todos.
O irónico, é pensarem que uma criança, qualquer criança, fica melhor enfiada numa instituição, do que entregue a casais do mesmo sexo.
A infelicidade dessas crianças é jamais poderem vir a sentir o amor dedicado que dois pais ou duas mães lhe poderiam dar.
O drama dessas crianças, é haver tanto bem pensante e politicamente correcto, que prefer, saber que essas crianças são abusadas dentro de algumas instituições, a lhes dar a hipótese de serem adoptadas.
Fico a pensar nas crianças em quem ninguém pensa, porque preferem defender o indefensável
País vil, merdoso, que me começa a irritar.
País da hipocrisia social.
Um dos pais ou mãe, pode candidatar-se à adopção. Têm conseguido fazê-lo desde que se não assumam como lésbicas ou homossexuais.
Mas a realidade é que as ditas crianças, passam a viver com os tais casais do mesmo sexo.
Promove-se a mentira, para se poder sacar crianças das instituições, para lhes dar amor.
Adoro o meu país, mas às vezes tenho vergonha de pertencer a um povo tão conservador, tão entricheirado em bem pensantes, tão entricheirado em falsos moralismos, tão entricheirados em politicamente correctos.
Digam-me, mas digam em comentários, tenham a coragem de o escrever o que será pior para uma criança, ao nível do seu desenvolvimento físico, espiritual, emocional, sexual, da sua capacidade de identificação
- VIVER COM UM CASAL DO MESMO SEXO
OU
- VIVER NUMA INSTITUIÇÃO, SEJA ELA QUAL FOR.
É o meu desafio. Digam-no!!!!!
Já agora, só mais um favorzinho, digam qual é a vossa instituição preferida.

4 comentários:

Carla disse...

Simples e directa: totalmente a favor da adopção de crianças por casais homossexuais. Quem ama uma criança ama-a pelo que ela é...podem falar em eventuais discriminações futuras, mas quem é que nunca foi vítima de discriminação por um ou outro motivo!
Acho mil vezes preferível uma criança crescer com amor, do que definhar num qualquer instituição
beijos

Claras o contestatário disse...

YEESSSSSSSSSSSSS!!!!!!!

Não esperava outra coisa de ti, Carla!

Mas como costume quem não está de acordo não diz nada.
BRRRR!!!!

Beijinho

Vítor Ramalho disse...

Totalmente contra.
É preferível viver numa instituição, que na companhia desse tipo de gente.
A possibilidade de ser violado, é muito maior.

Claras o contestatário disse...

Olá Vítor

contente por o ver.

Mas está completamente enganado!
Só os heterossexuais violam familiares
não há memória de ter acontecido com nenhum casal do mesmo sexo e os seus filhos adoptivos.

beijinho